cabecalho apta130219

Carne de frango perde posições na pauta

Com isso, a participação do setor na receita das exportações sofreu um recuo de praticamente 25%, caindo de 2,74% entre janeiro e setembro de 2005 para 2,06% no mesmo período de 2006. Os dados da SECEX também mostram, conforme a receita auferida, os principais países importadores da carne de frango. E revelam que, no período analisado, o Reino Unido deixou de participar do ranking dos “10 mais” (em 2005, até setembro, era o nono principal cliente brasileiro), sendo substituído pela Venezuela, que entra para o ranking já na sexta posição, com um aumento de receita de 70% em relação aos nove primeiros meses de 2005. Não se conclua, porém, que esse elevado índice de crescimento resulte, por exemplo, de uma “ação entre amigos”, pois, nos mesmos nove primeiros meses de 2006, a receita obtida com a exportação da carne de frango brasileira para Hong Kong registrou incremento de, praticamente, 80%, o que fez aquele território especial chinês ascender do sétimo para o terceiro posto na lista de principais importadores da carne de frango do Brasil. Lamentavelmente, tanto esse ganho como aquele obtido com as vendas para a Venezuela não compensaram as perdas de 22%, 14% e 24% observadas nas exportações para o Japão, Arábia Saudita e Rússia, respectivamente primeiro, segundo e quarto principais compradores do produto brasileiro. (fonte: Avisite)
Pin It

Notícias por Ano