cabecalho apta130219

Cana-de-açúcar Na Região De Ribeirão Preto

A grande demanda impulsionada pelo mercado de álcool, força motora da expansão canavieira, no Brasil, abre oportunidade para os fornecedores de cana que ainda mantêm custos de produção competitivos e que, neste contexto, são interessantes às usinas. A demanda crescente por álcool e açúcar no mercado internacional implica nos investimentos em expansão de área de produção. Entretanto, os aumentos de produtividade passam a ser o fenômeno, numa região cuja expansão ocorreu em anos anteriores. É importante observar a evolução da produção canavieira numa região de destaque como é a de Ribeirão Preto. O Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Ribeirão Preto engloba os municípios de Brodósqui, Cajuru, Cássia do Coqueiros, Cravinhos, Dumont, Guatapará, Jardinópolis, Luis Antônio, Pontal, Pradópolis, Ribeirão Preto, Santa Cruz da Esperança, Santa Rita do Passaquatro, Santa Rosa de Viterbo, São Simão, Serra Azul, Serrana e Sertãozinho. Para essa região, o grande aumento de área de cana ocorreu na década de 1990, cujo período apresentou taxa de variação total de 24,53% (a variação anual média foi de 2,61%). O período de 2000 a 2007 apresentou variação menor, uma vez que houve saturação das áreas de produção na região, com taxa de variação total de 2,06% (variação anual média 0,58%). A produção teve comportamento inverso, pois o maior incremento se deu no segundo período analisado. Houve um ganho de 24,28% na produção de cana em toneladas, na década de 1990 (média das variações anuais de 9,08%). No período de 2000 a 2007, o incremento da produção foi menor, com variação total de 2,81% e variação anual média 0,95% (figura 1).
Pin It

Notícias por Ano