cabecalho apta130219

Café: nova previsão paulista é de 3,316 milhões de sacas na safra 2011/12

A produção paulista de café arábica foi estimada em 3,316 milhões de sacas de café beneficiado, de acordo com o terceiro levantamento da safra 2011/12 realizado em agosto pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA) e Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, em parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Esta quantidade representa quebra de 4,58% em relação à segunda estimativa (abril) que foi de 3,475 milhões de sacas.    
A diminuição na quantidade colhida decorre fundamentalmente do veranico ocorrido entre janeiro e fevereiro de 2011 na Alta Mogiana de Franca e no cinturão de Dracena (Alta Paulista), dizem os pesquisadores Celso Luis Rodrigues Vegro, Vera Lúcia Ferraz dos Santos Francisco e José Alberto Angelo. “Tal distúrbio climático impediu o pleno enchimento dos grãos e reduziu o tamanho médio da peneira, exigindo mais produto processado para o alcance de uma saca beneficiada.”
A área total de lavouras de café no território paulista foi estimada em 177,7 mil hectares, informam os técnicos. “Subtraindo-se os 13.384 hectares de áreas em formação, portanto, sem produção, a área atual em produção, no ciclo 2011/12, atinge os 164.337 hectares cultivados. Considerando apenas a área em produção, a produtividade estimada das lavouras paulistas alcançou a média de 20,18 sacas/ha. Na safra anterior, 2010/11, a estimativa de produtividade média das lavouras foi de 26,51sc/ha, ratificando que a corrente safra pertence a um ciclo de baixa.”
A cafeicultura paulista perde áreas especialmente para as culturas da braquiária; cana de açúcar; eucalipto e seringueira.
A íntegra do levantamento está disponível no site www.iea.sp.gov.br
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
Camila Amorim/Eliane Christina da Silva (estagiárias)
(11) 5067-0424

 

Pin It

Notícias por Ano