cabecalho apta130219

Café: Crescente Exportação De Origem Pressiona As Cotações

As vendas dos países produtores, sobretudo o Brasil e Centro-Americanos, contribuíram para pressionar as cotações dos cafés arábicas em Nova Iorque, com efeito sobre todos os mercados de café durante o mês de fevereiro, aliados aos movimentos especulativos e à realização de lucros dos fundos de investimento. Mesmo no mercado do café robusta, na Bolsa de Londres, a pressão de maior oferta do produto derrubou as cotações que vinham crescentes nos últimos meses. Assim, em fevereiro, na Bolsa de Nova Iorque, o arábica acumulou perdas de 3,37% (Contrato C para a segunda posição), frente à média do mês anterior, contabilizando US$ 156,45 por saca. Todavia, nessa bolsa, no acumulado de 2007, a média das cotações caiu 7,36%, enquanto no acumulado dos últimos doze meses apresentou um crescimento de 3,34% (figura 1).
Pin It

Notícias por Ano