cabecalho apta130219

Brasil volta a comprar trigo da Argentina

Os moinhos brasileiros, que no início do mês estavam cautelosos para realizar compras antecipadas de trigo da safra nova argentina, apostando que os preços poderiam apresentar algum recuo, mudaram de estratégia ao perceberem que o mercado deve continuar firme. Segundo corretores, as cotações no país vizinho subiram cerca de 10% em um período de 15 dias. O produto da Argentina, o principal fornecedor de trigo do Brasil, passou de 250 dólares por tonelada, no início do mês, para 275 dólares acompanhando a alta no mercado internacional guiada por um aperto da oferta e problemas nas safras . "Eles (moinhos) entraram no mercado. A possível baixa nos preços não ocorreu. Ao contrário, subiram de 20 a 30 dólares", disse um corretor de São Paulo. "E os fatores mundiais são de que a coisa vai continuar firme", acrescentou. De acordo com corretores, um ou outro grupo de moagem brasileiro realizou compras de trigo argentino, que começa a ser colhido em novembro, quando os preços estavam entre 250 e 260 dólares por tonelada. Agora os vendedores já estão pedindo 280 dólares. Os preços em Chicago estão em seus maiores patamares em 11 anos. O Brasil está entre os principais importadores mundiais, depois de uma safra ruim em 2006. Redação Fonte: Gazeta Mercantil
Pin It

Notícias por Ano