cabecalho apta130219

Biológico inaugura novo Laboratório de Acarologia, para atender setor agrícola brasileiro

O Instituto Biológico (IB-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, inaugura, nesta segunda-feira (dia 30), às 10h30 em Campinas (SP), o Laboratório de Acarologia do Centro Experimental Central da instituição. Trata-se de um dos poucos laboratórios no país, com a missão principal de desenvolver trabalhos com ácaros de importância agrícola, segundo o pesquisador e diretor geral do IB Antonio Batista Filho.

O novo laboratório vai favorecer, de maneira significativa, o desenvolvimento das pesquisas na área de Acarologia, diz Batista Filho. “Esse novo laboratório oferece uma boa infra-estrutura, possibilitando a condução de pesquisas bioquímicas e moleculares com diversas espécies de ácaros fitófagos e predadores.”
O laboratório também vai facilitar as pesquisas de interações interespecíficas e comportamentais de ácaros, explica o diretor do IB. Uma dessas pesquisas refere-se à influência de ácaros predadores (Phytoseiidae) sobre a aquisição e transmissão do vírus da leprose dos citros. “Essa pesquisa, apoiada pela FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), envolve estudos comportamentais (com recursos de vídeo-filmagem e análise de movimentação de ácaros) e moleculares para detecção de vírus em ácaros e plantas de citros.”
Outra pesquisa, que terá o suporte do novo laboratório, é sobre manejo de ácaro rajado, em diversas culturas (morangueiro, plantas ornamentais, mamão, framboesa, algodão, feijão, etc.), diz Batista Filho. “Essa pesquisa (apoiada pela FAPESP, CNPq, IRAC-BR) envolve o uso de ácaros predadores e fungos entomopatogênicos, em parceria com o Laboratório de Controle Biológico do Instituto Biológico.”
Outros Estados brasileiros
Também é estudada a resistência do ácaro-praga a diversos acaricidas, de acordo com o diretor do IB. Assim, é conduzido o monitoramento da resistência de populações de ácaros de diversas culturas e localidades no Estado de São Paulo e outros estados do país (Bahia, Mato Grosso, Goiás, Espírito Santo, etc.).
Estudos sobre caracterização bioquímica e molecular da resistência passarão a ser realizadas com maior intensidade nesse novo laboratório, prossegue Batista Filho. “A resistência de ácaros-praga a produtos químicos é um dos graves problemas enfrentados pelos agricultores.”
Outra pesquisa (apoiada pela FAPESP e pelo CNPq) trata da diversidade e do manejo de ácaros em agroecossistema cafeeiro, conta o diretor do IB. Essa pesquisa envolve levantamentos em plantas de café, plantas daninhas, folhedo e solo. Trata-se de um dos estudos mais completos sobre acarofauna cafeeira, já realizados em termos mundiais. Até o momento, mais de 225 espécies de ácaros foram catalogadas em cafeeiro, em nossos levantamentos.
O Laboratório de Acarologia também conta com uma coleção de referência de ácaros, que é uma das poucas coleções do país. “O novo laboratório passará a fornecer condições mais favoráveis para a ampliação e manutenção dessa coleção.”
O Laboratório de Acarologia também passará a oferecer melhores condições de trabalho para diversos alunos (graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado) que desenvolvem pesquisas com ácaros. O novo laboratório também possui um pequeno auditório onde serão realizados treinamentos sobre acarologia. O primeiro curso, com apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq), será realizado ainda em dezembro deste ano.
O Laboratório de Acarologia do Instituto Biológico fica na Rodovia Heitor Penteado, Km 3 – Campinas – SP. Outras informações podem ser obtidas com o pesquisador Mário Sato pelo e-mail mesato@biologico.sp.gov.br.  
 
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424
Acompanhe a Secretaria de Agricultura:
www.agriculturasp.blogspot.com
www.twitter.com/agriculturasp
www.youtube.com.br/agriculturasp

 

Pin It

Notícias por Ano