Apta

Batatas do IAC-APTA, expostas na Agrishow, possuem elevada qualidade culinária

Com arroz e feijão ou com cerveja no bar. Quem não gosta de batata frita? Aquela bem sequinha e crocante? Pois são essas as características das três cultivares de batata desenvolvidos pelo Instituto Agronômico (IAC-APTA), de Campinas, que serão expostas na Agrishow 2015. As batatas estão cultivas em sistema orgânico. A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), por meio da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Itararé, é a única instituição brasileira certificada para a produção de batatas-sementes orgânicas.

As cultivares IAC Aracy, IAC Itararé, IAC Aracy Ruiva e IAC Ibituaçu possuem elevada resistência às principais doenças fúngicas da cultura, como a requeima e a pinta preta, com maior tolerância à seca e com baixa resposta à adubação. “Em condições favoráveis à doenças fúngicas, principalmente quando o ambiente é favorável a requeima, as cultivares IAC-APTA apresentam níveis produtivos iguais ou superiores às cultivares tradicionais importadas”, afirma José Carlos Feltran, pesquisador do IAC, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Além das características que agradam os produtores rurais, as cultivares desenvolvidas pelo IAC são ideais para fritura em palito, chips ou palha, para cozimento e preparo de batata-lanche e para a indústria de enlatados, pela elevada produção de tubérculos graúdos. “Alguns clones IAC-APTA em avaliação se mostraram promissores para o abastecimento do mercado in natura e de processamento na forma de palitos”, afirma Ramos. Ele explica que o Brasil importou em 2010, aproximadamente, 250 mil toneladas de batata congelada, que equivale a 500 mil toneladas de batata in natura. “Isso demonstra o potencial de produção e de abastecimento nacional de batata, com uso de cultivares nacionais”, afirma o pesquisador da APTA, Valdir Josué Ramos.

De acordo com Ramos, os cultivares do IAC-APTA ainda não entraram no mercado de batata "in natura", pois as redes de supermercados priorizam o comércio de tubérculos com formatos alongados ou ovalados, pele lisa e brilhante, desprezando as aptidões culinárias. Elas, porém, podem perfeitamente serem oferecidas no mercado de batata orgânica, pois além das aptidões culinárias apresentam potencial agronômico, destacando altas produtividades e resistência às principais doenças que dominam na batataticultura nacional.

 

Texto: Carla Gomes (MTb 28156) e Fernanda Domiciano

Contato durante a Agrishow: Fernanda Domiciano: 19 – 9.9269-9138
Assessoria de Imprensa APTA: 19 – 2137-0616/0613
Pin It

Notícias por Ano