cabecalho apta130219

Bastos ganha novas instalações de laboratório avícola do IB-APTA

O município paulista de Bastos recebe neste dia 18 de julho, durante a Festa do Ovo, as instalações modernizadas da Unidade Laboratorial de Patologia Avícola do Instituto Biológico (IB-APTA), com a presença do secretário de Agricultura e Abastecimento, João Sampaio. A iniciativa, em parceria com a Prefeitura Municipal e apoio do Sindicato Rural de Bastos, credencia a unidade junto ao Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para realizar exames necessários ao controle da laringotraqueíte (LTI) e da Salmonella sp. A LTI é uma enfermidade infecciosa de controle obrigatório no bolsão de Bastos, em virtude da ocorrência desta doença no plantel avícola da região, explica a pesquisadora Nilce Maria Soares, da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Bastos (UPD-IB) vinculada à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) criou o bolsão de Bastos, que inclui 16 municípios onde existe a produção intensiva de galinhas, e adotou medidas como vacinação obrigatória, controle do trânsito de aves, monitoria constante do plantel e do trânsito de esterco e ovos e adoção obrigatória de medidas de biossegurança. “O controle desta enfermidade na região do bolsão assumiu um caráter permanente”, diz Nilce. A adequação e o credenciamento do laboratório para a realização de exames vão “atender os anseios dos produtores avícolas que necessitam transitar suas aves e esterco por elas produzido, além de realizar manejos, como a muda forçada, que em tempos difíceis viabilizam financeiramente a produção de ovos para o consumo humano”. No caso da Salmonella sp., Nilce explica que a reforma das instalações e a aquisição de equipamentos (para a realização das técnicas laboratoriais utilizadas para o diagnóstico) vão viabilizar o credenciamento para a realização de análises. O Governo do Estado investiu R$ 200 mil na unidade, que é composta dos laboratórios de sorologia e bacteriologia e de setores anexos (recepção de amostras, lavagem de material, esterilização e preparo de meios de cultura e soluções). De acordo com Nilce, os avicultores serão beneficiados pela facilidade de se realizar análises com qualidade e na própria região, “sem custo de deslocamento, obtendo os resultados em tempo hábil, viabilizando o descarte e abate de aves em outras regiões do bolsão, o que atualmente tem limitado a comercialização, causando prejuízos econômicos aos produtores”. Além da laringotraqueíte, a UPD de Bastos realiza exames sorológicos para newscattle, síndrome da queda de postura, doença de gumboro, micoplasmoses e bronquite infecciosa. Os exames bacteriológicos, inclusive pesquisa de salmonela, são realizados em órgãos de aves e em vários tipos de materiais ou insumos utilizados nas granjas. Segundo Nilce, a unidade tem capacidade para atender os produtores de todo o oeste paulista. “Todas essas medidas visam ao menor risco de disseminação do vírus. Essas análises também permitirão, pelo acompanhamento dos lotes, traçar o perfil da ocorrência da enfermidade de LTI no bolsão.” Importância econômica Conhecido como “capital do ovo”, Bastos é o município que possui o maior plantel de galinhas de postura comercial do Brasil. São cerca de 11 milhões de aves em produção, o que corresponde a cerca de 40% da produção paulista e 10% da produção nacional de ovos. Além de galinhas, a região possui cerca de 2,5 milhões de codornas que produzem ovos consumidos em várias regiões do Brasil. Bastos lidera a atividade na região, além de ser sede das empresas que fornecem insumos para as granjas que estão localizadas numa área de cerca de 60 km de raio, que circunda o município. Daí a importância da UPD-IB-APTA, “que apóia os produtores no diagnóstico, medidas de controle dos agentes de doenças das aves, elaboração de programas de biosseguridade e treinamento de técnicos brasileiros e estrangeiros na área de patologia avícola”, conclui Nilce Soares. José Venâncio de Resende Assessoria de Comunicação Social da APTA (11) 5067-0424/0435
Pin It

Notícias por Ano