cabecalho apta130219

Avicultura brasileira cresce entre 8% e 10%

A avicultura brasileira deve crescer entre 8% e 10% em 2007, retomando patamares anteriores a crise de 2006, causado pela gripe aviária na Ásia, Europa e África. A projeção é do coordenador do VIII Simpósio Brasil Sul de Avicultura, Luís Carlos Farias. O evento encerrou nessa quinta-feira (12-04), no Bristol Lang Palace Hotel, em Chapecó (SC), com 600 participantes. Farias disse que a avicultura vive um bom momento, ao contrário do ano passado, quando o frango chegou a ser vendido a R$ 1 ao quilo no mercado interno, devido a redução no consumo internacional do produto. No ano passado as vendas cresceram apenas 4,67% em volume e, 8,7%, em faturamento. No primeiro trimestre de 2007, o setor mostra reação. Números divulgados pela Associação Brasileira dos Exportadores de Frango apontam para crescimento de 16,7% em volume e, 22,7% em faturamento. De acordo com Farias, o Brasil está colhendo os frutos de ações preventivas na área de sanidade, para evitar que a doença chegasse ao Brasil. As restrições de visitas nas granjas e cuidados nos aeroportos e com pessoas de países onde ocorreu a doença, deram resultado. A responsável pelo setor de avicultura da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola (Cidasc) em Chapecó, Luciane Surdi, lembra que, de 16 a 20 de abril, técnicos do Ministério da Agricultura estarão em Chapecó, Quilombo e Maravilha, verificando o controle sanitário, para dar uma nota ao Estado no processo de regionalização, que vai restringir a circulação de aves, para evitar a entrada de doenças. Darci Debona Fonte: Diário Catarinense
Pin It

Notícias por Ano