Apta

Apta Regional de Pindamonhangaba produz silagem com girassol para alimentação de gado leiteiro

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do do Polo Regional de Pindamonhangaba, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta Regional), está desenvolvendo técnica de produção de silagem, por meio de girassol para alimentação de gado leiteiro.
O campo de 1,2 hectare de girassóis faz parte de um projeto de pesquisa iniciado pela Agência neste ano para avaliar a utilização das plantas na alimentação das 85 vacas em lactação da unidade de pesquisa.
O girassol tem 7,35% de teor de proteína digestível, valor acima do encontrado em sorgo, 4,67%, e milho, 4,58%, duas culturas utilizadas para produção de silagem. “Os girassóis são muito utilizados para a produção de óleo, mas ainda é baixo seu uso para alimentação animal. Vamos testar se as vacas leiteiras se interessam pela silagem produzida com o girassol e se ele é palatável para os animais”, explicou o pesquisador da Secretaria e diretor do Polo Regional da Apta, Hélio Minoru Takada.
A expectativa é que os girassóis sejam colhidos no início do mês de maio de 2016. A preparação das plantas até serem disponibilizadas para os animais leva 45 dias, aproximadamente. “Depois de colhido, o girassol precisa passar por um processo de fermentação, antes de ser utilizado na alimentação animal. Após passar por esse processo, a silagem produzida pode ser estocada e utilizada pelos produtores no período de seca, quando há diminuição da oferta de alimento no pasto, por exemplo”, afirmou o pesquisador da Apta.
A planta também serviu para atrair abelhas, em busca de pólen. “Esse também era um objetivo importante do projeto: avaliar a procura das abelhas pelas plantas”, contou Takada.
De acordo com o secretário de Agricultura, Arnaldo Jardim, o setor agropecuário vive o desafio de se manter inovador, capaz de definir um novo conceito do agronegócio: mais sustentável e com mais qualidade. “Promover o conhecimento para o desenvolvimento de técnicas de inovação e tecnologia para o fomento do agronegócio é uma determinação do governador Geraldo Alckmin”, disse.
Aproximar a comunidade à Apta
As belas flores amarelas dos girassóis encantaram os moradores de Pindamonhangaba, em março e abril deste ano. A plantação de girassóis se tornou um ponto turístico de Pindamonhangaba. A procura por moradores, que fizeram diversas fotos, vídeos e ensaios fotográficos, foi grande.
De acordo com Takada, a aproximação do polo de pesquisa com a população é interessante. “Muitas vezes os moradores da cidade não sabem muito bem quais são nossas atividades. De uma forma simples, mostramos as pesquisas que realizamos e a importância delas para a população rural e urbana”, afirmou.
O secretário Arnaldo Jardim, também aprovou a iniciativa, afirmando que essa ação ajudará a desenvolver o turismo rural na região. “Oferecer essa atividade é muito importante para o cidadão, além de ser uma fonte extraordinária de renda para o produtor”, comentou.
Por Fernanda Domiciano
Mais informações para Imprensa
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios
(19) 2137-8933

Pin It

Notícias por Ano