Apta

APTA promove capacitação em educação ambiental com foco em bacia hidrográfica, em Pindorama (SP)

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (APTA/SAA), promove no dia 26 de fevereiro (sexta feira), em Pindorama (SP), capacitação sobre educação ambiental com foco em bacias hidrográficas. O treinamento vai abranger o tema “O monitoramento da bacia hidrográfica: contribuições à educação ambiental, com aulas práticas sobre o manejo da água e do solo com exemplo de construção da maquete da microbacia do Córrego da Olaria”.     
A capacitação faz parte do projeto “Educação Ambiental, Bacia Hidrográfica: Um Instrumento na Educação FEHIDRO 039/2004 e 355/2008”, desenvolvido no Pólo Regional Centro Norte/APTA desde 2005. O trabalho é coordenado pelo pesquisador Antonio Lucio Mello Martins, que conta com uma equipe técnica, formada por pesquisadores, técnicos e estagiários da unidade que atuam como monitores ambientais.
A capacitação será dividida em três módulos com carga horária de 192 horas atividade, que trabalhará temas técnicos diversificados, envolvendo conceitos sobre uso racional da água, práticas conservacionistas do solo, técnicas de recomposição de mata ciliar e controle biológico entre outros. O treinamento é destinado aos educadores e técnicos de 20 municípios pertencentes ao Comitê da Bacia hidrográfica dos Rios Turvo e Grande (CBH-TG). As aulas serão ministradas pela equipe técnica do Pólo e também por parceiros de Instituições de Ensino Estaduais (Unesp), Centro Tecnologia Hidráulica DAEE (CTH-USP) e Secretaria do Meio Ambiente (SMA).
Os temas apresentados serão aplicados pelos educadores em atividades interdisciplinares em sala de aula, conta Martins. “Os resultados tem sido promissores a toda comunidade regional.”
 
O projeto
O projeto, diz Martins, tem o objetivo de promover a educação ambiental, através de atividades de visitação monitorada dos alunos das redes pública e particular pertencentes aos 66 municípios integrantes do CBH-TG; os conceitos de reconhecimento de uma bacia hidrográfica; a preservação dos recursos hídricos e a conservação do solo. Paralelamente às visitações, oferece capacitação a um grupo de 50 educadores, por meio de palestras e oficinas pedagógicas, para melhor atuação junto aos alunos e à comunidade regional, e incentiva as atividades relacionadas aos problemas ambientais regionais. Também propõe soluções em busca da melhoria na qualidade de vida das cidades envolvidas no projeto, usando como ferramentas as pesquisas científicas desenvolvidas na Unidade da APTA.
 
O projeto encontra-se em sua quarta etapa, com continuidade assegurada até 2011, informa Martins. Até agora, 14.450 alunos e 480 educadores já passaram pela Unidade da APTA em visitas monitoradas. Em 2008, o projeto recebeu o prêmio de melhor prática significativa de educação ambiental em recursos hídricos do comitê organizador do VI Diálogo Interbacias de Educação Ambiental, evento realizado anualmente pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) na cidade de Avaré-SP. E em 2009 obteve nova premiação como melhor trabalho apresentado em painel no VII Diálogo Interbacias.
 
Acompanhe o projeto pelo blog: http://projetobaciahidrografica.blogspot.com
 
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
Maitê Laranjeira (estagiária)
(11) 5067-0424
 
Acompanhe a Secretaria de Agricultura:
Pin It

Notícias por Ano