cabecalho apta130219

APTA divulga orientações para implantação da Produção Integrada de Citros, exigência do mercado

O Departamento de Descentralização do Desenvolvimento (APTA Regional), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, está tornando públicos documentos e orientações para a implantação do programa “Produção Integrada de Citros no Estado de São Paulo”. Num curto espaço de tempo, nenhum produto sem garantias de qualidade e não-seguro será aceito pelos mercados mais competitivos e exigentes, diz o pesquisador José Antonio Alberto da Silva do Polo Alta Mogiana (em Colina) vinculado à APTA Regional.
José Antonio é o coordenador pela APTA da PI Citros - via Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) - que tem no Estado diversos parceiros nos comitês do programa como instituições, empresas e produtores.  “Estamos capacitando técnicos e produtores para implementar nas propriedades e embaladoras do Estado as Normas de certificação dos citros.”
A Produção Integrada é o programa oficial brasileiro de certificação de produtos agropecuários, com reconhecimento internacional via Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO). O programa é desenvolvido em vários estados (Bahia, Paraná, Rio Grande do Sul etc.), com a participação de mais de 500 instituições públicas e privadas. São mais de 40 projetos em andamento, que englobam, além das frutíferas, as cadeias de produção da carne, do leite, das flores, dos grãos, das raízes e tubérculos, do mel, dos caprinos, da cana-de-açúcar e da madeira.
Segundo José Antonio, foram criados normas e procedimentos para os sistemas agropecuários produzirem alimentos seguros e outros produtos agrícolas de alta qualidade, por meio da utilização de tecnologias adequadas, dentro de um ambiente ecologicamente correto, socialmente justo e economicamente viável. Através deste programa, para cada produto ou sistema de produção, é possível atuar de forma sustentável, atendendo às demandas dos consumidores e mercados mais exigentes, com garantia de rastreabilidade e certificação.
Desta forma, fica mais fácil produzir alimentos seguros e com melhor qualidade, num ambiente de produção organizado, explica José Antonio. Assim, podem se reduzir custos e o uso de insumos contaminantes, respeitando os trabalhadores e consumidores e oferecendo garantias de mercado. 

Outras informações sobre o programa PI Citros estão disponíveis em http://www.aptaregional.sp.gov.br/pic_citros.php.

PqC  José Antonio Alberto da Silva
email:jaas@apta.sp.gov.br

Acesse álbum de fotos:

http://www.flickr.com/photos/agriculturasp/sets/72157626407332128/
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Pin It

Notícias por Ano