cabecalho apta130219

Aos 41 anos, Instituto de Pesca recebe modernização e ampliação

O Instituto de Pesca (IP-APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, completa 41 anos nesta quinta-feira (8 de abril). Criado em 1969, trata-se da primeira instituição brasileira voltada ao estudo de ecossistemas aquáticos e à biologia de organismos marinhos e continentais, com vistas ao povoamento e repovoamento com espécies indicadas.
Atualmente, o IP desenvolve pesquisas sobre ecossistemas aquáticos, biologia e pesca de organismos marinhos e continentais, aquicultura de organismos marinhos e continentais, controle estatístico da produção pesqueira e tecnologia e aproveitamento integral de pescado, entre outras ações científicas. A missão básica da instituição é o aperfeiçoamento da cadeia de produção da pesca e da aquicultura.
O dia 8 de abril há de ser sempre marco importante para uma instituição que não nasceu pronta, fruto de uma decisão única e da assinatura de um único mandatário, mas que foi sendo construída através dos anos, em razão de saltos evolutivos e transformações decorrentes de demandas impostas pelo progresso, diz o pesquisador Edison Kubo, diretor do IP. “Transformações essas impostas pela complexidade da sociedade e do mercado, pelo avanço científico e tecnológico e pela necessidade de contribuir para a sustentabilidade dos recursos pesqueiros extraídos da Natureza e de expandir a produção pesqueira cultivada.”
A data é celebrada com a finalização de importantes obras de modernização, restauração e instalação de várias estruturas físicas da instituição, incluindo laboratórios de pesquisa (biologia pesqueira, biologia aquática, bioensaio e patologia, análises físicas e químicas, microscopia de imagem, microbiologia, DNA e microcospia, além de almoxarifado químico e depósito de material biológico), auditório, biblioteca, área de pós-graduação e salas de administração, bem como reforma geral da fachada de prédios. O valor total das obras é da ordem de R$ 1,2 milhão, revela Marta Maria de Souza Martins, diretora administrativa do Instituto.
A estrutura atual do IP abrange o Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio do Pescado Continental, o Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio do Pescado Marinho (com núcleos de pesquisa em Cananéia e Ubatuba), o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Recursos Hídricos e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Peixes Ornamentais.
Link: Íntegra da reportagem
Centro de Comunicação do Instituto de Pesca
Antônio Carlos Simões
(13) 3261-5474 / (11) 3871-7530
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
Maitê Laranjeira (estagiária)
(11) 5067-0424
Acompanhe a Secretaria de Agricultura:
www.agriculturasp.blogspot.com
www.twitter.com/agriculturasp
www.youtube.com.br/agriculturasp

Pin It

Notícias por Ano