cabecalho apta130219

Antúrio: APTA promove curso prático de cultivo no Vale do Ribeira

Perspectivas da cultura, melhoramento e produção de mudas, construção de telado, preparo do solo e plantio, tratos culturais, pragas e doenças, cuidados na pós-colheita e mercado são temas do curso prático de cultivo de antúrio que acontecerá no dia 23 de setembro, a partir das 7:30h, em Pariquera-Açu (SP). O evento, que inclui visita técnica a áreas de plantio, será realizado pelo Pólo Vale do Ribeira/APTA, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/FAESP), Sindicato Rural de Registro e Associação dos Produtores de Flores, Mudas e Plantas do Vale do Ribeira (AFLOVAR).     
A produção e a comercialização de flores tropicais, se bem praticadas, poderão trazer retornos significativos aos empresários que se dedicam a este agronegócio, dizem os organizadores do curso. Além disso, garante emprego e renda no meio rural por desenvolver oportunidades na agricultura familiar.
O antúrio (Anthurium andraeanum Lind.) é uma das flores tropicais que se destaca pela beleza da folhagem em contraste com a conformação típica de suas inflorescências. É membro da família Araceae, que inclui mais de 100 gêneros e cerca de 1.500 espécies.
Possui grande valor ornamental, comercializado como flor de corte e planta de vaso para jardins interiores em locais com pouca incidência de sol. Como flor de corte, suas inflorescências têm a vantagem de serem muito resistentes, com vida útil pós-colheita muito longa. Além disso, a sua arquitetura floral tem mais flexibilidade para harmonizar com os demais tipos de flores, inclusive com as de clima temperado.
O antúrio é cultivado em todo o mundo e, no Brasil, vem-se intensificando nas últimas décadas. Atualmente agrega variedades de diferentes procedências, melhoradas no Brasil e na Europa, além de materiais oriundos de coleções particulares.
Nos últimos anos, o que vem ocorrendo também é o interesse crescente na sua exportação por parte de produtores de várias regiões brasileiras. Contudo, existe a demanda por produtos com qualidade tanto no mercado interno quanto no externo. Para que essa exigência seja atendida, é necessário o uso de tecnologias adequadas que elevem a competitividade das flores de antúrios nacionais em relação às outras regiões produtoras do globo.
Nesse contexto, os palestrantes do curso vão mostrar os vários fatores necessários à produção de qualidade, como escolha adequada de espécies e variedades, material de propagação de ótima qualidade, estruturas adequadas de produção e manejo de pragas e doenças, bem como o conhecimento das técnicas de produção, colheita e pós-colheita e um sistema eficiente para a comercialização.
O curso será realizado na sede do Pólo Vale do Ribeira – Rodovia Régis Bittencourt, Km 460 – Pariquera-Açu – SP. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (13) 3856-1656 ou pelo e-mail iolanda@apta.sp.gov.br.
Link: programação completa
Assessoria de Comunicação da APTA
José Venâncio de Resende
(11) 5067-0424

Acompanhe a Secretaria de Agricultura pelo Twitter  

 

 

 

Pin It

Notícias por Ano