cabecalho apta130219

Algodão de fibra colorida é exposto pelo IAC na Agrifam

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Agronômico (IAC), de Campinas, expôs cultivares de fibra colorida de algodão na Agrifam. As cultivares IAC FC1e IAC FC2 são os primeiros materiais desenvolvidos especificamente para o cultivo no Estado de São Paulo. A IAC FCe IAC FCdiferenciam-se pela maior produtividade e melhor qualidade de fibra para cultivo nas condições do Estado de São Paulo. As cultivares coloridas são resistentes a doenças e nematoides, que ocorrem na região Centro-Sul do Brasil, dispensando o uso de nematicidas. Com essas características, os novos materiais do IAC abrem a possibilidade de cultivo de algodão colorido nesta região com altas chances de sucesso. As cultivares atualmente disponíveis foram desenvolvidas pela Embrapa para as condições do Nordeste. Por isso, são suscetíveis às doenças que atacam o algodoeiro em campos paulistas.
A produtividade da IAC FCe IAC FCé de cerca de 2.800 kg por hectare, o que representa, na média, 38,5% a mais que o material usado como testemunha nos experimentos, que é cultivado atualmente no Nordeste. As cultivares são resistente a nematoides e a outras doenças que ocorrem no Estado de São Paulo e regiões vizinhas. O sistema de cultivo é o mesmo adotado para materiais de fibra branca. Os materiais estão em fase de produção de sementes.
Texto: Carla Gomes (MTb 28156) e Fernanda Domiciano
Mais informações
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
Instituto Agronômico (IAC)
(19) 2137-0613
Pin It

Notícias por Ano