Apta

Agropolo Campinas-Brasil completa um ano e realiza 1º Workshop em Bieconomia

Junto às comemorações dos 129 anos do Instituto Agronômico (IAC), será realizado o “1º Workshop bioeconomia, uma oportunidade para o Brasil: de uma economia baseada em recursos fósseis rumo à bioeconomia”. O evento será na sede do IAC, em Campinas, nos dias 28 e 29 de junho, das 8h às 18h, e das 8h às 13h, respectivamente.
Este será o primeiro de 14 workshops que serão realizados pelo Agropolo Campinas-Brasil, a plataforma colaborativa interinstitucional, que completa um ano neste mês de junho. O Agropolo tem o objetivo de conduzir projetos que alavanquem o desenvolvimento da região de Campinas, por meio da aproximação de instituições de pesquisa com o setor produtivo, com a participação de empresas de vários setores da economia, inclusive startups, a fim de incentivar a inovação e a competitividade na região.
“A programação deste primeiro workshop está orientada pela necessidade de mudança do sistema baseado na economia fóssil para a bioeconomia, norteada pela sustentabilidade”, afirma o diretor-geral do IAC, Sérgio Augusto Morais Carbonell, que preside a secretaria executiva do Agropolo.
As ações, segundo Carbonell, são direcionadas à construção de novos modelos de produção científica e industrial, mais eficientes e sustentáveis sob o aspecto da energia. “A expectativa é que os workshops venham apontar o que a bioeconomia traz de benefícios para as cinco áreas do Agropolo”, diz, em relação à agricultura, alimentação, saúde, química verde e bioenergia.
Durante o workshop serão discutidos o cenário atual da economia brasileira sob o aspecto da dependência em relação aos combustíveis fósseis, as oportunidades de maior utilização de recursos renováveis e como a bioeconomia pode ajudar a reduzir as emissões globais de gases de efeito estufa e auxiliar a construir uma economia mais sustentável.
Os palestrantes, especialistas em diversas áreas da bioeconomia no Brasil e no exterior, irão abordar questões da sustentabilidade, como os desafios para a transição dos fósseis para renováveis, as estratégias de pesquisa e descobertas promissoras na área de alimento e saúde.
Segundo os organizadores, neste workshop serão discutidos os principais gargalos para a transição de economia baseada no fóssil para a bioeconomia, incluindo as barreiras científicas e tecnológicas, para que, no Brasil, este novo modelo possa gerar produtos que tragam benefícios socioeconômicos e ambientais.
Os workshops temáticos destinam-se a identificar os desafios mais relevantes sobre as questões ligadas à bioeconomia. Para a realização dessas atividades, será necessário elaborar um inventário das pesquisas já realizadas nas áreas de agricultura, alimentação, saúde, química verde e bioenergia pelas instituições que compõem o Agropolo, além de identificar novos estudos que ainda precisam ser desenvolvidos, com foco em inovação.
Participam do Agropolo Campinas-Brasil, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do IAC, Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) e Instituto Biológico (IB), Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, UNICAMP, Prefeitura de Campinas, Techno Park Campinas – Associtech e Associação Agropolis International. A plataforma interinstitucional conta com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), Federação das Indústrias do Estado de são Paulo (FIESP) e a Câmara de Comércio Exterior de Campinas e Região (CCCeR).
O conselho administrativo é formado pelo prefeito de Campinas, Jonas Donizette, como presidente; reitor da Unicamp, José Tadeu Jorge, como vice-presidente; secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim; secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Márcio França, representantes do Techno Park Campinas, Miguel Gilberto Pascoal e José Luiz Camargo Guazzelli, e os representantes da Agropolis International, Bernard Hubert e Eric Fargeas.
Objetivos do projeto de políticas públicas
O projeto de políticas públicas (PPPBio) Agropolo Campinas-Brasil visa o desenvolvimento de conhecimentos científicos e tecnológicos para promover maior conexão entre as instituições de pesquisa e ensino e a iniciativa privada na cidade de Campinas e Região Metropolitana, resultando em pesquisa tecnológica diferenciada, gerando melhores oportunidades de emprego e renda.
Programação
28 de Junho 2016

9h Credenciamento
9h30
Abertura
Arnaldo Jardim, Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo
Jonas Donizette, Prefeito de Campinas
Sérgio Augusto Morais Carbonell, Diretor-geral do IAC/SAA e Presidente da Secretaria Executiva do Agropolo Campinas-Brasil
Carlos Henrique de Brito Cruz, Diretor Científico, FAPESP
Eric Fargeas, Diretor da Agropolis International, França
Rodrigo Loures, Presidente do CONIC/FIESP
10h
De uma economia baseada em recursos fósseis rumo à Bioeconomia
Eric Fargeas, Diretor da Agropolis International, França
Luís Augusto Barbosa Cortez, FEAGRI/UNICAMP, Coordenador Adjunto da FAPESP, Vice-Presidente da Secretaria Executiva do Agropolo Campinas-Brasil e membro da Câmara de Comércio Exterior de Campinas e Região
11h
Bioeconomia - uma oportunidade para o Brasil
Moderador: Luis Fernando Ceribelli Madi, Diretor-geral do ITAL/SAA
Palestrantes:
Peter Eisner, Chefe de Engenharia de Processos, Fraunhofer/IVV Carlos Henrique de Brito Cruz, Diretor Científico da FAPESP Luuk van der Wielen, Diretor da BE-Basic, Holanda
12h30
Debate
13h
Brunch
14h
Introdução ao processo de roadmap de Bioeconomia (Projeto PPPBio)
Rodrigo Leal, NIPE/UNICAMP
14h30
Agricultura, alimento & saúde na nova Bioeconomia
Moderadores:
Sérgio Augusto Morais Carbonell, Diretor-geral do IAC/SAA e Presidente da Secretaria Executiva do Agropolo Campinas-Brasil
Luis Fernando Ceribelli Madi, Diretor-geral do ITAL/SAA
Palestrantes:
Luiz Carlos Corrêa Carvalho, Presidente da ABAG
José Ricardo Bessa de Carvalho, Gerente de Mercado e Raquel Rinke, Gerente de Laboratório, DSM Nutritional Products
Airton Vialta, Pesquisador Científico ITAL/SAA
15h30
Debate
16h
Coffe break
16h30
Bioenergia e química verde na nova Bioeconomia
Moderador:
Heitor Cantarella, Pesquisador Científico e Diretor do Centro de Solos IAC/SAA
Palestrantes:
Jaime Finguerut, Assessor Técnico do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC)
Artur Placeres, Gerente Científico na Área de Ingredientes Verdes Natura
Paulo Luiz de Andrade Coutinho, Gerente do Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos
17h30
Debate
18h
Encerramento
29 de junho 2016
8h
Recepção
8h30
Apresentação da agenda do dia e Resumo do 1º dia do Workshop
Luís Augusto Barbosa Cortez, FEAGRI/UNICAMP, Coordenador Adjunto da FAPESP, Vice-Presidente da Secretaria Executiva do Agropolo Campinas-Brasil e membro da Câmara de Comércio Exterior de Campinas e Região.
9h
Análise global & Planejamento das Oficinas
Rodrigo Leal, Consultor Ad hoc NIPE/UNICAMP
9h30
Oficinas
Agricultura: Sérgio Augusto Morais Carbonell (Diretor geral IAC/SAA) e Sérgio Sartori (Comitê de Tecnologia e Inovação do Grupo Jacto) / Lilian Cristina Anefalos (Pesquisadora Científica IAC/SAA e memro da Secretaria Executiva Agropolo Campinas-Brasil)
Alimentos & Saúde: Luis Fernando Ceribelli Madi (Diretor-geral, ITAL/SAA) e Eduardo Caritá (Diretor de Pesquisa - Funcional Mikron, ALIBRA) / Airton Vialta (Pesquisador Científico ITAL/SAA)
Bioenergia & Química Verde: Telma Teixeira Franco (Coordenadora NIPE/UNICAMP) e Phillipe Jean Roux (Diretor Presidente,Tereos)/Ricardo Baldassin Jr. ( Pesquisador Colaborador NIPE/UNICAMP)
11h
Apresentação das conclusões das Oficinas
Debate
Agenda das próximas reuniões
13h
Encerramento

Pin It

Notícias por Ano