APTA - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios

Notícia

 

05/06/2018
Dia Mundial do Meio Ambiente: APTA reforça seu compromisso com agricultura e agropecuária sustentável
Em 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Nesta data, A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, reforça seu compromisso para o desenvolvimento da agricultura e agropecuária cada vez mais sustentáveis e poupadoras de recursos naturais.

Este é o caso das pesquisas do Instituto Agronômico para o desenvolvimento de cultivares que precisam de menos água para produzir, além de plantas resistentes a pragas e doenças, reduzindo em alguns casos até 30% da necessidade de aplicação de defensivos agrícolas. Nesta área de agrotóxicos, o #IAC também desenvolve o projeto Aplique Bem, que busca ensinar aos produtores a maneira correta de aplicação no uso de agroquímicos.

O Instituto de Zootecnia desenvolve projetos de pesquisa que visam a produção sustentável de gado de corte e com redução nas emissões de metano para a atmosfera. Exemplos são as pesquisas com o Sistema de Integração Lavoura-Pecuária (ILP) e Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF).

Na APTA Regional, são realizados projetos junto a produtores familiares e assentados para implantação de sistemas agroflorestais. Mais de 60 produtores foram e são atendidos pelo Polo Regional de Pindamonhangaba, resultando em melhoria da renda e qualidade de vida dessas famílias, além da recuperação ambiental da região.

O Instituto de Pesca trabalha para evitar o acúmulo de plástico e equipamentos e rede de pesca no oceano. O projeto busca retirar esses objetos do mar e criar maneiras para reaproveitamento.

Na parte industrial, o ITAL realiza junto a empresas de alimentos e redes de supermercados as análises de ciclo de vida em toda a cadeia produtiva. Em projeto realizado em conjunto com a Walmart Brasil, foi possível reduzir 19.883 GWh de eletricidade, 745 mil m³ de água, 290 mil litros de óleo combustível, 140 mil toneladas de matéria-prima para produção de embalagens de produtos comercializados na rede, além de reduzir 1.340 toneladas de resíduos e diminuir a emissão de 4.291 toneladas de CO² e gases do efeito estufa.

Na área de educação ambiental, o Instituto Biológico busca levar conhecimento para que a população preserve os polinizadores. Em uma iniciativa inédita, implantou o primeiro Corredor de Polinizadores do Brasil, localizado na cidade de São Paulo. Além disso, o IB tem forte trabalho no uso de tecnologias sustentáveis, como o controle biológico, que visa a redução do uso de agroquímicos.

Por Fernanda Domiciano

Assessoria de Imprensa – APTA

(19) 2137-8933

|Voltar|